domingo, 28 de junho de 2009

TORRE DE BABEL


Começo minha obra
Sobre forte fundação
Pedras bem profundas
Que jamais se trincarão
Envolvo com concreto
Para melhor sustentar
E tornar mais firme cada pilar
Com paredes de mármore
Uma torre quero erguer
Para alcançar o céu
E melhor poder ver
Contorno com escadas
De bela arquitetura
E chego a uma altura
Nunca imaginada
As pedras mais preciosas
Me servem de ladrilhos
Resplandecendo de brilho
Mas mesmo seguindo
Essa perfeita engenharia
Quanto mais alto chego
Mais percebo defeitos
Às vezes, a obra paro
Para fazer reparos
Corrijo o que estava pronto
Mas em um estrondo
Vejo despencar de repente
A construção recente
Os últimos tijolos sentados
Precisam ser reprojetados
Para a obra continuar
Às vezes a torre estremece
Ameaçando desabar
Minha ambição esmorece
E do céu não me aproximo
Se tento subir mais
Crio problemas para os quais
Não encontro solução
Agora minha construção
Não pode ser tocada
Pois prefiro a obra estagnada
Sem nunca sair do lugar
A vê-la ruir ou despencar.

Um comentário:

  1. Gostei ^^

    Vc acredita em Deus?

    Visite meu blog também, www.paulomatheus.tk

    ResponderExcluir